Newsletter

Receba a nossa newsletter

É profissional de saúde?

1

Login


BEM-VINDO AO APFH IMMERSIVE VIRTUAL CONGRESS

Recebeu os dados de acesso aquando da sua inscrição, via e-mail. Introduza os dados e desfrute do nosso Congresso

E-poster
Número de Trabalho: 50

Manual de imunomoduladores antineoplásicos: aspetos relacionados com o tratamento

Manual de imunomoduladores antineoplásicos: aspetos relacionados com o tratamento

INTRODUÇÃO

A imunoterapia estimula as células do sistema imunitário do próprio organismo a combater o cancro. Comparativamente com a quimioterapia tradicional, a imunoterapia constitui uma terapêutica mais seletiva e mais direcionada para a eliminação das células tumorais, tornando possível a ocorrência de menos efeitos adversos nos tratamentos antineoplásicos.

OBJECTIVOS

Elaboração de um manual destinado aos profissionais de saúde contendo informação objetiva e de carácter muito prático, ao nível profissional, sobre os imunomoduladores com ação antineoplásica disponíveis no mercado em Portugal, nomeadamente, indicações terapêuticas e modo de administração, posologia, principais efeitos adversos, informação útil a dispensar ao doente, estabilidade e conservação, bem como os protocolos de quimioterapia mais comuns envolvendo estes mesmos medicamentos.

MÉTODOS

Pesquisa inicial na base de dados Infomed, do Infarmed, de medicamentos imunomoduladores com ação antineoplásica e com AIM em Portugal. De seguida foi feita uma pesquisa bibliográfica sobre os protocolos de quimioterapia mais comuns e por fim recolhida informação sobre os medicamentos imunomoduladores com ação antineoplásica com base nos RCMs e na consulta aos laboratórios farmacêuticos detentores de AIM.

RESULTADOS

Foram analisados 34 imunomoduladores com ação antineoplásica que se encontram comercializados em Portugal. Foram abordados os protocolos de imunoterapia e modos de administração onde estes fármacos estão envolvidos. Encontra-se também neste manual um capítulo sobre os efeitos adversos e as informações úteis a dispensar ao doente e, ainda, informação sobre possíveis ajustes de dose em doentes hepáticos e renais.

CONCLUSÕES

O manual elaborado constitui um instrumento de apoio aos profissionais de saúde envolvidos no tratamento e acompanhamento dos doentes oncológicos a quem são administrados imunomoduladores com ação antineoplásica, contribuindo para a correta administração destes medicamentos e para a identificação e gestão atempadas dos efeitos adversos relacionados com o sistema imunológico.

BIBLIOGRAFIA

Infomed, Base dados medicamentos de uso humano do Infarmed. Disponível em https://extranet.infarmed.pt/INFOMED-fo/ (Acedido em 16/set/2020).

Relacionados

E-posterE-poster

poster

Medicamento Hospitalar em Proximidade na pandemia Covid-19

Andreia Fernandes

E-posterE-poster

poster

Bevacizumab colírio. Resposta dos serviços farmacêuticos a uma necessidade emergente.

Susana Fraga

E-posterE-poster

poster

Contributo do sistema de gestão da qualidade na minimização de erros de medicação

Idalina Freire

E-posterE-poster

poster

COVerskIn-D: O dispositivo para prevenção das lesões cutâneas causadas por EPIs

Joana Marques Marto